Você está visualizando atualmente Síndrome de Bournout

Síndrome de Bournout

A síndrome de bournout ou síndrome do desgaste profissional, como também é conhecida, é uma síndrome provocada pela exaustão física, emocional ou mental, que costuma surgir com o acúmulo de estresse no trabalho ou com relação aos estudos.

A bournout costuma acontecer com frequência com profissionais que lidam constantemente com a pressão e a responsabilidade, como professores ou profissionais da saúde, por exemplo.

Como essa síndrome pode levar à depressão profunda, é muito importante tomar medidas para evitá-la, principalmente quando aparecem os primeiros sinais de estresse excessivo. 

Nesses casos, é extremamente importante consultar um psicólogo para aprender a desenvolver estratégias que ajudem a aliviar o estresse e a pressão constante.

Sintomas provocados pela síndrome de bournout

A síndrome de bournout pode ser encontrada com maior frequência em pessoas que estão profissionalmente ligadas a contatos com outras pessoas, como  médicos, enfermeiros, demais profissionais da saúde e professores que podem desenvolver uma gama de sintomas como:

  • Negatividade constante

É muito comum que as pessoas que passam por essa síndrome sejam constantemente negativas, como se nada estivesse dando certo.

  • Cansaço físico e mental

Pessoas com síndrome de burnout geralmente sofrem de cansaço constante e excessivo do qual é difícil se recuperar.

  • Sem vontade pra nada

Uma característica muito comum desta síndrome é a falta de motivação e vontade de se envolver em atividades sociais ou estar com outras pessoas.

  • Não consegue se concentrar

Também pode ser difícil se concentrar no trabalho, nas tarefas diárias ou em conversas simples.

  • Sem energia 

Um dos sintomas que se manifesta na síndrome de burnout é o cansaço excessivo e a falta de energia para manter hábitos saudáveis, como a prática de exercícios ou dormir regularmente.

  • Sensação de incompetência

Algumas pessoas podem sentir que não estão fazendo o suficiente dentro e fora do trabalho.

  • Não consegue gostar mais das mesmas coisas

Também é normal que a pessoa sinta que não gosta das mesmas coisas que gostava, como praticar uma atividade ou esporte.

  • Coloca os outros em primeiro lugar

Pessoas com burnout tendem a colocar as necessidades dos outros à frente das suas.

  • Mudança repentina no humor

Outra característica muito comum são as mudanças repentinas de humor com muitos períodos de irritação.

  • Isolamento

Por causa de todos esses sintomas, a pessoa tende a se isolar de pessoas importantes em sua vida, como amigos e familiares.

Outros sinais comuns de esgotamento incluem levar muito tempo para concluir as tarefas de trabalho e estar frequentemente ausente ou atrasado para o trabalho. Além disso, é comum nas férias não sentir alegria nesse período e voltar ao trabalho com a sensação de ainda estar cansado.

Embora os sintomas mais comuns sejam de natureza psicológica, as pessoas com síndrome de burnout muitas vezes também sofrem de dores de cabeça, taquicardia, tontura, insônia, dores musculares e até resfriados.

Como identificar se está com síndrome de bournout?

Muitas vezes, o sofredor de burnout não consegue reconhecer todos os sintomas e, portanto, não pode confirmar que algo está acontecendo. 

Portanto, se você suspeitar que está sofrendo com esse problema, é aconselhável pedir ajuda a um amigo, familiar ou outra pessoa de sua confiança para identificar corretamente os sintomas.

No entanto, para fazer o diagnóstico e não ter mais dúvidas, o melhor é ir com uma pessoa próxima a um psicólogo para que os sintomas sejam discutidos, o problema seja identificado e o tratamento mais adequado seja direcionado.

Como a síndrome de bournout é tratada?

O tratamento da síndrome de bournout deve ser orientado por um psicólogo, mas geralmente são recomendadas sessões de terapia, que ajudam a fortalecer a percepção de controle diante de situações estressantes no trabalho, melhorar a autoestima e desenvolver ferramentas para auxiliar nesse enfrentamento. 

Além disso, é importante reduzir o excesso de trabalho ou estudo e reorganizar as metas mais desafiadoras que você havia planejado.

SAIBA MAIS

Complicações

Pessoas com síndrome de bournout podem ter complicações e consequências se não iniciarem o tratamento porque, além de ser potencialmente mais arriscada, a síndrome pode afetar diversas áreas da vida, por exemplo. B. desenvolver sintomas físicos, profissionais, familiares e sociais como diabetes, pressão alta, dores musculares, cefaleia e sintomas depressivos.

Essas consequências podem exigir hospitalização para tratar os sintomas.

Como evitar a síndrome de bournout?

Sempre que identificar o surgimento dos primeiros sinais de bournout, é indispensável focar em estratégias para reduzir o estresse em excesso, como por exemplo:

  • Criar objetivos profissionais e pessoais;
  • Buscar atividades de lazer com a família e amigos;
  • Praticar atividades que saiam da rotina diária, como almoçar em um restaurante diferente, ir ao shopping, fazer compras, etc;
  • Evitar ter contato com pessoas negativas, principalmente as que reclamam demais das pessoas ao seu redor e do seu trabalho;
  • Converse com alguém sobre o que você está sentindo.

Além disso, exercícios físicos como caminhar, correr ou ir à academia por pelo menos 30 minutos por dia também ajudam a aliviar a pressão e aumentar a produção de neurotransmissores que aumentam o bem-estar. Portanto, mesmo que você não sinta vontade de se mexer, deve insistir em se mexer e, por exemplo, convidar um amigo para passear ou andar de bicicleta.

Nos acompanhe também no Instagram para ficar por dentro de todas as notícias.

Deixe um comentário

plugins premium WordPress

Quer falar com um de nossos consultores agora mesmo pelo WhatsApp?

🟢 Estamos Online

RECEBA UMA análise gratuita do marketing da sua empresa