Você está visualizando atualmente Due Diligence no escritório de advocacia 

Due Diligence no escritório de advocacia 

Ter um escritório de advocacia, é saber lidar com todos os desafios que os empreendedores encontram em seu dia a dia. Para conseguir ter um bom resultado, é necessário saber avaliar os riscos na hora de conduzir seus negócios. Uma forma de fazer isto de forma eficaz, é trabalhar com Due Diligence.

Ao deixar de aplicar os processos de Due Diligence, o escritório pode encontrar problemas que podem o desestabilizar a ponto de não conseguir se manter no mercado, mas quando tudo é executado da forma correta, o empreendimento encontra chances de ter sucesso e não permite que surpresas desagradáveis afetem os resultados.

Neste momento, é normal que esteja se perguntando o que este termo estranho realmente quer dizer e por que ele é tão importante, então vamos às explicações necessárias, para que tudo seja esclarecido e você consiga colocar em prática o quanto antes em seu escritório, para destacar-se cada vez mais no mercado.

Entenda o que é Due Diligence e como este processo é importante para seu escritório de advocacia

Em uma tradução simples, Due Diligence significa diligência prévia. Este termo refere-se a um processo de análise, estudo e avaliação minuciosa de informações; englobando, dentre outros, os aspectos:

  • Financeiros,
  • Trabalhistas,
  • Jurídicos e,
  • Previdenciários.  

Muitos acabam confundido este processo como uma mera auditoria, mas não é, pois vai muito além de uma simples análise de números de um negócio, abrangendo uma investigação pormenorizada de todos os aspectos relevantes da empresa-alvo, onde se analisam os diversos setores que compõem o seu escritório de advocacia.

Um processo de Due Diligence é composto por etapas organizadas e processos previamente definidos, onde consegue-se obter dados concretos que garantem a veracidade das informações utilizadas pelo escritório.

Para aplicar este processo em sua mente, é importante saber que não é tão simples, mas perfeitamente possível ao seguir os passos corretos.

Como o objetivo é conquistar os melhores resultados, torna-se indispensável o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, pois até aspectos ambientais poderão ser considerados para verificar se existem riscos que podem gerar passivos futuros.

Vamos lhe ensinar agora, algumas boas práticas precisam ser adotadas para que consiga aplicar o Due Diligence o quanto antes em seu escritório.

SAIBA MAIS

Você deverá desenvolver um cronograma de atividades

A aplicação dos processos de Due Diligence não pode ser efetuada por tempo indeterminado, sempre precisa ter uma data limite e, para que tudo saia como planejado, é preciso que haja organização.

Para isso, aconselhamos que desenvolva um cronograma, onde será possível reunir as informações dentro do prazo estabelecido e utilizá-lo para fazer com que todas as tarefas sejam cumpridas por sua equipe.

Uma boa dica é que crie um checklist com tudo o que deverá ser realizado, com prazos iniciais e finais, conseguindo controlar melhor o trabalho de todos os envolvidos, que deverá constar:

  • A parte financeira, que deve verificar se as demonstrações financeiras são auditadas, desempenho financeiro, recursos disponíveis para continuar operando;
  • A parte jurídica, mostrando os contratos, garantias, acordos de liquidação, aquisições, fusões, ações judiciais;
  • A parte trabalhista, que envolve a relação de funcionários e respectiva remuneração, organograma da organização, custos relativos às demissões e rescisões contratuais;
  • A parte fiscal, lidando com créditos a compensar, impostos federais, estaduais e municipais, dívida ativa;
  • E, a parte operacional, com a lista de fornecedores, resumos de produção, satisfação dos clientes, capital de giro, concorrentes, tecnologias aplicadas.

Não deixe de realizar reuniões de alinhamento

É indispensável que toda a equipe esteja devidamente alinhada e, para isso, você deverá organizar reuniões periódicas. Muitos se reúnem apenas nas etapas iniciais do processo, mas o que realmente faz com que outros se destaquem, é manter uma boa frequência.

Busquem alinhar todos pontos cruciais para que o processo seja bem executado e procure direcionar bem a equipe e sanar dúvidas que podem surgir no decorrer das atividades.

Elabore um relatório com resultados

Para saber se a aplicação do Due Diligence está sendo bem executada, é indispensável elaborar um relatório para apresentar os resultados, contendo as principais contingências identificadas.

Estas contingências representam os principais riscos para o bom desenvolvimento do negócio e vulnerabilidades que podem acarretar possíveis surpresas negativas futuramente e é a partir desse relatório que se torna possível corrigir falhas na gestão empresarial e tomar medidas preventivas para corrigir o rumo do empreendimento.

Aplique estes conhecimentos o quanto antes e comece a ver uma excelente transformação em seu escritório de advocacia, que irá se tornar um empreendimento cada vez melhor conceituado em sua região.

Para tornar-se uma referência cada vez maior no mercado, não deixe de investir na parte digital de sua empresa. Nossa equipe está devidamente preparada para apresentar as melhores ideias para conquistar cada vez mais pessoas. Não deixe de fazer contato conosco.

Esperamos que você tenha compreendido a importância da Due Diligence e tenha muito sucesso ao aplicar este processo em seu escritório de advocacia.

Acompanhe-nos no Instagram.

Deixe um comentário

plugins premium WordPress

Quer falar com um de nossos consultores agora mesmo pelo WhatsApp?

🟢 Estamos Online

RECEBA UMA análise gratuita do marketing da sua empresa