Ícone do site Aprimora Web

Software jurídico: Tudo o que você precisa saber antes de escolher

Software Jurídico: saiba como escolher

Encontrar um bom software jurídico, significa melhorar a organização do seu escritório e também a produtividade.

É preciso estar atento às mudanças que o direito vem passando graças à tecnologia.

Um bom exemplo disso é a implantação do processo eletrônico, que passou a substituir os processos físicos, mostrando que a profissão está aberta a novas tendências e possibilidades de inovação.

Na área de gestão do escritório, o software jurídico automatiza processos, reduz erros e facilita o dia a dia do advogado. Realizar uma boa escolha demanda tempo e atenção aos pequenos detalhes.

Preparamos um artigo completo para te ajudar nesse processo de decisão, confira.

O que você procura?

O primeiro passo é identificar quais são as melhorias a serem realizadas no seu escritório.

As reclamações mais frequentes dos profissionais são: a queda na produtividade da equipe, o aumento no número de processos e a dificuldade de manter a organização da rotina.

Faça um mapeamento do que precisa ser corrigido. Por exemplo:

Se o seu escritório possui muitas demandas, um software para escritorio de advocacia irá otimizar o seu tempo automatizando os processos internos, como a captura de andamentos processuais e informativos de intimações.

Caso o foco seja ajustar o financeiro, precisará de um software jurídico que permita o controle de todas as movimentações financeiras, além de fazer um levantamento de quais são os clientes devedores.

Contar com um software para advogados pode otimizar diversas áreas de gestão do escritório, seja ele pequeno ou grande, como:

Procure sempre dar preferência aos softwares jurídicos online, dê uma uma olhada também no fornecedor do software para verificar como é tratado a segurança dos seus dados, com a implantação da LGPD, essa questão é de grande relevância.

O Astrea, por exemplo, apresenta boas avaliações, seu backup é avançado e utiliza servidores da Google, tendo a vantagem de poder ser acessado em diferentes dispositivos.

Integrações simples podem fazer a diferença no seu dia a dia. Para isso o ProJuris é bastante recomendado, já que permite integrar a agenda do seu software jurídico com o Google Agenda.

Integração com outras aplicações

O mais indicado é que o sistema tenha um Web Service desenvolvido para realizar integração com qualquer outra aplicação que seu escritório use, garantindo que a comunicação entre as áreas seja otimizada.

Dê preferência também ao software jurídico que permita multi navegação e seja acessível a qualquer navegador, inclusive no seu celular. Independente se você possui tablet ou computador, geralmente é o celular que está com você a todo momento.

O ProJuris, citado anteriormente, por exemplo, possui uma versão para celulares com ótima avaliação, funcionando para:

Verifique a possibilidade de fazer a gestão da equipe

A gestão do escritório é uma missão que demanda muito tempo, certo? Não para quem conta com o melhor software para escritório de advocacia.

É essencial garantir que todas as atividades sejam finalizadas dentro dos prazo, sendo fundamental para o funcionamento do escritório. Na correria do dia a dia o software jurídico auxilia a equipe a lidar com os prazos, a mantém focada e permite que você se dedique a demais estratégias e ao atendimento ao cliente.

Avalie o atendimento e o suporte oferecidos

Um bom software jurídico com certeza vai prezar sua experiência de uso. No momento em que surgem dúvidas ou no caso de precisar de orientação, nada melhor que um bom atendimento.

Uma dica: Entre em contato através de algum canal de atendimento da empresa escolhida e já comece sua avaliação, repare a rapidez do atendimento, o cuidado com o serviço prestado e tire todas as dúvidas.

Incentivamos você a criar uma planilha comparativa para visualizar melhor o software jurídico que corresponde com a sua rotina.

Qual a forma de cobrança?

A definição da forma de pagamento é de escolha do fornecedor. O mercado de software costuma oferecer duas principais formas de pagamento:

Pagamento fixo: Você paga um valor por determinado software, com volume de usuários e funcionalidades pré-definidos no momento da compra e usufrui destes itens continuamente após o pagamento.

Pagamento variável: Você paga mensalmente um valor por um conjunto de funcionalidades, usuários e serviços. Ao deixar de pagar, você automaticamente perde o direito de uso destes serviços e funcionalidades.

Atenção, verifique se o software jurídico possui ou não fidelidade.

Confira se é possível criar e gerir documentos jurídicos, produzir as peças jurídicas rotineiras entre outras atividades. Afinal, não adianta ter mil funções sendo que você nem sabe por onde começar. Foque em otimizar as falhas com o software jurídico de fácil utilização .

Afinal de contas, a economia de tempo e de outras funcionalidades consegue levar o advogado a obter inúmeras vantagens:

Consulte outros clientes satisfeitos

Use a tecnologia a seu favor, não deixe de buscar referência sobre o software que você está de olho.

Use os mecanismos de busca, como o Google, para pesquisar se as empresas estão atendendo as expectativas de seus clientes.

Para aqueles que trabalham em equipe

Como todos serão impactados pela implementação do software, é necessário que todos tenham um momento para fazer sugestões em relação à escolha. E, claro todos alinhados com as necessidades do escritório e objetivo de otimização.

O texto foi útil pra você também? Qual software melhor atendeu às suas necessidades? Compartilha com a gente nos comentários!

Campanhas de Google Ads para Advogados.
Sair da versão mobile